Previous Next
Rota das Vinhas de Cister   Gabinete da Rota Das Vinhas de Cister Casa do Paço, medical Dalvares3610 – 013 Tarouca &nb...
Mensagem do Presidente     Tarouca é um Concelho em evolução e mudança rumo ao futuro. Queremos dar mais vida Ta...
Auditório Municipal Adácio Pestana Implantado a sudeste do Centro Cívico, order junto à confluência da Rua João de Deus com a Avenida...
Academia de Música   CONTACTOS Auditório Municipal Adácio Pestana E-mail: \n Este endereçod e email...
Tarouca Situada no coração do Concelho, sales na margem direita do rio Varosela, online espalha-se pelo so...
Confraria do Espumante   A Confraria do Espumante é uma associação cultural de âmbito nacional, pilule sem fins lucr...

Renovado o Protocolo de Apoio à Associação Humanitária dos Voluntários de Tarouca

 

Considerando o relevante interesse municipal da actividade que tem vindo a ser desenvolvida pelas Equipas de Intervenção Permanente, no âmbito do socorro à população local e defesa dos seus bens, em situações de perigo que exigem prontidão na resposta, em Fevereiro de 2011 foi celebrado entre a Câmara Municipal de Tarouca, a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANCP) e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca, um protocolo para o enquadramento do pessoal destinado a integrar as equipas de intervenção permanente, cujo prazo de vigência é de três anos.

 

 

O protocolo abrange apenas 5 elementos, cuja despesa é suportada em partes iguais pelo Município e pela ANCP.
A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários tem mantido em funcionamento duas equipas, com dez elementos, cujo trabalho de qualidade reconhecida por todos, se traduz numa importante mais-valia para o bem-estar e segurança de toda a população do concelho. No entanto, parte substancial da respectiva despesa não é financiada e sem o apoio da Autarquia não será possível manter as mesmas.


Assim, ficou deliberado em Reunião de Câmara, de 27 de Outubro, atribuir à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca um subsídio no montante de € 120.000,00 (cento e vinte mil euros), pago em prestações mensais de €10.000,00 (dez mil euros) para manutenção das Equipas de Intervenção Permanente, de Janeiro a Dezembro de 2012, renovável por idêntico período, desde que previamente solicitado.