Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos

AUTARQUIA ACIONA PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE ESTADO DE CALAMIDADE

06 Jul 2017

Oficio enviado no dia 6 de julho ao Exmo. Sr. Ministro da Agricultura Florestas de Desenvolvimento Rural, Dr. Capoulas Santos -

Pedido de declaração de estado de calamidade

Exmo. Sr. Ministro da Agricultura Florestas de Desenvolvimento Rural, Dr. Capoulas Santos,
O Concelho de Tarouca foi hoje fustigado por uma forte tempestade, tendo-se verificado uma descarga de granizo durante vários minutos, conforme poderá verificar em ficheiros de imagem e vídeo que anexamos.
Assim, em pouco mais de 15 minutos ficou destruída toda a produção agrícola, de forma particularmente grave no que respeita aos pomares de maçã, aos olivais, às vinhas e aos pomares de baga de sabugueiro.
As culturas acima referidas, além da importância que têm na economia familiar de cada um dos produtores, têm um forte impacto na economia local, sendo que com os prejuízos ora verificados, encontra-se em causa o trabalho de um ano inteiro dos nossos produtores agrícolas e consequentemente a perca do seu rendimento. Este facto poderá ser determinante para o equilíbrio das finanças de muitas famílias, a quem temos obrigação de proteger e criar condições para que garantam a continuidade das suas atividades agrícolas.
Infelizmente os produtores, na generalidade pequenos e muito pequenos produtores, não têm condições económicas para formalizar o seguro destas produções, pois as seguradoras praticam preços demasiado elevados, ficando assim à sorte das condições climatéricas, desprotegidos e à mercê das intempéries.
Hoje e após termos visitado algumas vinhas, olivais e alguns pomares de maçã e baga de sabugueiro, percecionamos uma situação desoladora provocada pela intempérie, pelo granizo, pois existem culturas completamente destruídas.
Face ao exposto, venho pelo presente solicitar que declare a situação desta região em estado de calamidade, para que se possam proceder ao rápido levantamento dos prejuízos, defina apoios de emergência aos produtores e acione as medidas do Portugal2020 que se destinem à reposição do potencial produtivo das explorações agrícolas ora afetadas.
Certo da sensibilidade de V. Exa. para o problema apresentado, aguardamos resposta urgente.


Com os melhores cumprimentos,
Valdemar de Carvalho Pereira
Presidente da Câmara Municipal de Tarouca

19943065 1581576965218001 6541643549976717312 o 1 980 500
19693742 1581576961884668 7152602409039929211 o 1 980 500